Fatos Masculinos
cancer doenca

Câncer: um guia completo sobre essa terrível doença

4.9
17

Há alguns anos muitas pessoas tinham até medo de falar a palavra “câncer”, por medo da gravidade da doença e pela falta de conhecimento.

Este artigo irá sanar todas as suas dúvidas sobre o câncer.

O que é o Câncer?

O câncer ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é só uma doença.

Ele é um conjunto de mais de 100 doenças onde há um crescimento acelerado e incomum de células, que invade os tecidos e os órgãos, o que faz com que possa se espalhar por todo o corpo.

Essa divisão é feita de forma incontrolada, diferentemente do nosso ciclo natural de vida das células, pois quando as células normais precisam ser substituídas elas morrem e outras ficam no seu lugar, e esse ciclo perdura por toda a vida.

Já com o câncer, as células se dividem de forma desregulada e bastante rapidamente

Causas

Se a célula sofre alguma mutação, ela pode crescer de maneira desordenada e causar câncer.

O indivíduo pode já nascer com essa mutação ou ela pode ser adquirida ao longo da vida devido aos fatores externos.

Fatores de risco para o câncer

Existem alguns fatores de risco que, de certa forma, colaboram para que haja o desenvolvimento de câncer.

Quando falamos de fatores de risco, estamos nos referindo as chances de que indivíduos em boa situação de saúde, se expostos a alguns fatores, sejam eles ambientais ou de cunho genético, estejam mais propensas a expressarem uma condição patológica.

Claro que não é uma regra, mas a média dos estudos científicos que relacionaram pacientes com o câncer, indicaram que eles tinham pelo menos algum desses fatores que identificaremos a seguir.

  • Fator genético

Alguns tipos de cânceres, possuem ligações com alterações genéticas, ou seja, com uma herança que é passada para os descendentes.

  • Fator etário

A idade também pode contribuir para o desenvolvimento do câncer, não necessariamente as pessoas mais velhas terão câncer e as mais novas estão ilesas dessa doença.

O que ocorre é que como o câncer pode levar anos para ser diagnosticado, geralmente pessoas acima dos 60 anos de idade começam a ter esse mau diagnosticado. No entanto, o câncer poder ser identificado em qualquer faixa etária da vida.

  • Fator de exposição ambiental

Às vezes podemos não perceber como um ambiente externo pode nos trazer prejuízo à nossa saúde e aumentar de forma significativa o risco de câncer.

As poluições nos grandes centros, o contato com substâncias tóxicas ou, em alguns casos radioativos e até mesmo a ingestão tanto de alimentos ou bebidas alcóolicas podem colaborar para o surgimento de câncer.

  • Fator de estilo de vida

O jeito que uma pessoa decide viver a sua vida, pode afetar a sua saúde, causando ou potencializando um problema de saúde. O excesso do consumo de bebidas alcóolicas, o hábito de fumar, até mesmo exposição solar em excesso podem ser fatores a serem considerados para o aparecimento de câncer.

A obesidade, falta de alimentação saudável, e as relações sexuais sem proteção também são agravantes a serem consideradas para a ocorrência de câncer.

Por isso muitas campanhas são realizadas sobre esses temas, para conscientizar a população, bem como, prevenir outras doenças.

Sintomas do câncer

sintomas do câncer

Alguns sinais e sintomas de cada câncer podem variar, levando em consideração a sua localização no corpo do paciente, no entanto existem algumas manifestações que podem estar ligados ao aparecimento de algum tipo de câncer, como:

  • Dores musculares ou nas articulações (sem motivos e constantes).
  • Alterações drásticas de peso (ganho ou perda rápida sem motivos).
  • Alteração na pigmentação da pele.
  • Mudanças nas atividades do intestino ou dos rins.
  • Indigestão após as refeições.
  • Manchas ou protuberâncias observadas na pele.

Procurando ajuda médica

O médico que cuida dos pacientes que estão com câncer é o oncologista, a princípio, a sua consulta deverá ser primeiramente com o clínico geral, ou o médico que lhe acompanha, e caso você apresente algum sintoma ele mesmo o encaminhará ao oncologista.

Para otimizar o tempo da consulta, você poderá já levar anotado algumas informações que sejam relevantes para a anamnese e que possam ser esquecidos no momento dessa consulta que a princípio gera um pouco de medo no paciente.

  • Histórico de familiares com câncer e o seu grau de parentesco deve ser relatado.
  • Medicamentos e suplementos que você usa e qual a frequência.
  • Sintomas que apareceram, a ocorrência deles e há quanto tempo você percebeu.
  • Alteração relevante de sua rotina.

Em alguns casos, é importante que um parente ou um amigo vá junto na consulta, pois há muita tensão tanto para lembrar o que está ocorrendo e também pelo receio de um possível diagnóstico positivo.

Como é feito o diagnóstico de câncer?  

Após a consulta, o oncologista deverá solicitar alguns exames para que seja feito o diagnóstico correto. Alguns dos exames que os oncologistas podem solicitar, são:

  • Hemograma completo.
  • Ressonância magnética.
  • Tomografia computadorizada.
  • Biópsia do tecido tumoral.
  • Biópsia da medula óssea (em casos de suspeita de leucemia ou linfoma).

Após o resultado dos exames, o médico poderá solicitar algum que seja mais detalhado, se for o caso. Se já for possível fazer o diagnóstico o paciente deverá iniciar o tratamento que seja mais indicado para o tipo de câncer que ele foi diagnosticado.

Como é feito o tratamento do câncer?

tratamento de cancer

Ao receber o diagnóstico positivo do seu paciente, o médico poderá optar pelo melhor tratamento levando em consideração a localização do câncer, o seu estágio e a saúde e, geral do paciente.

Quimioterapia

Um dos tratamentos mais conhecidos pela população quando se trata de câncer é a quimioterapia. Ele consiste no uso de medicações seja ela oral ou intravenosa.

Seu objetivo é agir no controle e na destruição das células que estão doentes. Esse tratamento pode ser feito antes ou depois do tratamento cirúrgico, isso dependerá da condição do seu paciente e do tratamento.

Radioterapia

Esse tipo de tratamento usa radiação ionizante na área de localização do tumor. Seu uso é bastante indicado quando não há situações de metástases ou quando a cirurgia não remove completamente o câncer do local.

Cirurgia

Este é o procedimento cirúrgico que tem por objetivo remover o tumor e também uma área ao redor, pois ela já pode conter alguns resíduos de células cancerígenas. Em casos que o tumor não possa ser removido totalmente, há a possibilidade de uma cirurgia para a remoção parcial, juntamente com a radioterapia ou a quimioterapia.

Tipos mais comuns de câncer

Existem vários tipos de câncer, no entanto, alguns têm uma ocorrência maior do que outros que podem ser raros. De acordo com algumas pesquisas os tipos mais comuns de câncer são:

  • Câncer de pulmão;
  • Câncer de mama;
  • Câncer do colo do útero;
  • Câncer colorretal;
  • Câncer de estômago;
  • Câncer de fígado.

Como prevenir o câncer?

A prevenção do câncer deverá contemplar vários fatores, isso variando de cada tipo de câncer, mas no geral existem algumas opções de rotinas diárias que ajudam muito no processo de prevenção.

  • Utilização de filtro solar

O excesso de incidência dos raios, UVA e UVB podem causar alterações nas células e acarretar, no surgimento de câncer de pele. É importante que desde cedo o indivíduo tenha o cuidado de se proteger do sol, principalmente em horários em que os raios estão mais fortes, como após as 10 horas da manhã e antes das 16 horas.

  • Realize atividades físicas

Uma vida saudável vai além de alimentação natural, a realização de atividades físicas regulares, ajuda na prevenção de várias doenças e promove uma circulação de citocinas pró-inflamatórias no organismo o que é uma forma de proteger o organismo contra o aparecimento de câncer.

Seja uma caminhada, uma corrida, uma aula de dança ou a prática de algum esporte, escolha a atividade que mais se encaixa dentro de sua rotina e de suas preferências e apenas comece.

  • Tabagismo

De acordo com o INCA (Instituto nacional de Câncer) cerca de 80% do aumento dos casos de câncer no ano de 2012, possui uma relação com o ato de fumar, seja com o fumante ou alguém próximo.

O ato de fumar está relacionado a problemas de infarto, doenças respiratórias e câncer de pulmão.

Deixar de fumar não é uma tarefa muito fácil, no entanto, é muito possível que o indivíduo consiga deixar de fumar, para isso existem grupos de apoio que ajudam o fumante a deixar o vício. Além de evitar o câncer, ajuda o sistema respiratório a permanecer funcionando de forma competente.

  • Fique atento à sua saúde

Permanecer sempre atento à saúde não significa que você deverá o tempo todo estar se consultando ou fazendo exames. Estar atento a qualquer sinal de anormalidade em seu corpo pode ser crucial para detectar o câncer de forma prematura e com isso, conseguir iniciar o tratamento com rapidez e assim ter mais sucesso no tratamento e cura.

  • Se proteja nas relações sexuais

Manter relações sexuais usando caminhas além de proteger ambos os indivíduos contra infecções sexualmente transmissíveis, também ajuda a prevenir o aparecimento de câncer.

Câncer de fígado, garganta, pênis, colo do útero podem ser evitados com a proteção durante o sexo, por isso muitas campanhas envolvem a conscientização do uso de preservativos.

A sua saúde é o bem mais precioso que você poderá cultivar durante a sua vida, então mantenha hábitos saudáveis para que você possua uma qualidade de alta de vida.

Câncer tem cura?

como previnir o cancer

Essa é uma dúvida que paira sobre a mente de muitas pessoas, pois, antigamente o câncer era uma doença que causava medo.

Mas ao contrário do que pensam, existem alguns tipos de câncer que tem cura e muitos outros que possuem um tratamento muito eficaz e que pode oferecer ao paciente muitos anos mais de vida.

No entanto, é importante deixar claro que existem alguns tipos de câncer que raramente o tratamento é efetivo como, por exemplo, o câncer de pâncreas, que além de ser agressivo, demora a demonstrar os sintomas e por isso quando é  descoberto não há muitas chances.

O câncer é uma condição em que as células de uma parte específica do corpo crescem e se reproduzem incontrolavelmente. 

As células cancerígenas podem invadir e destruir o tecido saudável circundante, incluindo órgãos.

Às vezes, o câncer começa em uma parte do corpo antes de se espalhar para outras áreas. Este processo é conhecido como metástase.

Mais de 1 em cada 3 pessoas desenvolverá algum tipo de câncer durante sua vida.

No Brasil, os 4 tipos mais comuns de câncer são:

Alguns dos outros vários tipos de câncer existentes:

  • Leucemia linfoblástica aguda;
  • Leucemia mieloide aguda;
  • Câncer anal;
  • Cancro do ducto biliar;
  • Câncer de bexiga;
  • Câncer nos ossos;
  • Câncer de intestino;
  • Tumor cerebral (alto grau);
  • Tumor cerebral (baixo grau / misto);
  • Câncer de mama em mulheres;
  • Câncer de mama em homens;
  • Tumores carcinóides;
  • Câncer cervical;
  • Leucemia linfocítica crônica;
  • Leucemia mielóide crônica;
  • Câncer do endométrio;
  • Sarcoma de Ewing;
  • Câncer de olho;
  • Câncer de vesícula biliar;
  • Leucemia de células pilosas;
  • Câncer de cabeça e pescoço;
  • linfoma de Hodgkin;
  • Sarcoma de Kaposi;
  • Cancêr de rins;
  • Câncer de laringe;
  • Câncer de fígado;
  • Câncer de pulmão;
  • Mesotelioma;
  • Câncer de boca;
  • Mieloma múltiplo;
  • Câncer Nasofaríngeo;
  • Tumores neuroendócrinos;
  • Linfoma não-Hodgkin;
  • Câncer de nariz e seio;
  • Câncer de esôfago;
  • cancro do ovário;
  • Câncer de pâncreas;
  • Câncer de pênis;
  • Câncer de próstata;
  • Câncer retal;
  • Retinoblastoma;
  • Câncer de pele (melanoma maligno);
  • Câncer de pele (não melanoma);
  • Sarcoma de tecido mole;
  • Câncer de estômago;
  • Câncer de testículo;
  • Câncer de tireoide;
  • Câncer uterino;
  • Câncer vaginal;
  • Câncer de vulva.

Existem mais de 200 tipos diferentes de câncer, e cada um deles é diagnosticado e tratado de uma maneira particular.

Você pode encontrar links nesta página para informações sobre outros tipos de câncer .

Manchando sinais de câncer

Mudanças nos processos normais do corpo ou sintomas incomuns e inexplicáveis ​​às vezes podem ser um sinal precoce de câncer.

Os sintomas que precisam ser verificados por um médico incluem:

  • Um caroço que de repente aparece em seu corpo;
  • Sangramento inexplicável;
  • Mudanças nos seus hábitos intestinais.

Mas, em muitos casos, seus sintomas não estarão relacionados ao câncer e serão causados ​​por outras condições de saúde não cancerígenas.

Sinais e sintomasCâncer

É importante estar ciente de quaisquer mudanças inexplicáveis ​​em seu corpo, como a aparição súbita de um nódulo, sangue na urina ou uma alteração nos hábitos habituais do intestino.

Estes sintomas são frequentemente causados ​​por outras doenças não cancerígenas, mas é importante consultar o seu médico para que possam investigar.

Se o seu médico suspeitar de câncer, ele encaminhará você a um especialista – geralmente dentro de duas semanas.

O especialista realizará outros exames, como biópsia ou radiografia , e planejará qualquer tratamento necessário.

Grumo no seu peito

Consulte seu médico se notar um nódulo no seio ou se tiver um nódulo que está aumentando rapidamente de tamanho em outras partes do corpo.

Seu médico irá encaminhá-lo a um especialista para exames se achar que você pode ter câncer.

Tosse, dor no peito e falta de ar

Visite o seu médico se tiver tido um tosse por mais de 3 semanas.

Sintomas como falta de ar ou dor no peito podem ser um sinal de uma condição grave (aguda), como pneumonia.

Consulte seu médico imediatamente se tiver esses tipos de sintomas.

Mudanças nos hábitos intestinais

Veja seu GP se você tiver experimentado uma das alterações listadas abaixo e durar mais de algumas semanas:

  • sangue nas suas fezes
  • diarréia  ou  constipação por nenhuma razão óbvia
  • uma sensação de não ter esvaziado completamente suas entranhas depois de ir ao banheiro
  • dor no estômago (abdómen) ou passagem posterior (ânus)
  • inchaço persistente

Sangramento

Você também deve consultar seu médico se tiver sangramento inexplicável, como:

  • Sangue na sua urina;
  • Sangramento entre períodos;
  • Sangrando do seu fundo;
  • Sangue quando você tosse;
  • Sangue no seu vômito.

Manchas na pele

Veja seu GP se você tiver uma mancha que:

  • Tem uma forma irregular ou assimétrica;
  • Tem uma borda irregular com bordas irregulares;
  • Tem mais de uma cor – pode ser salpicado de marrom, preto, vermelho, rosa ou branco;
  • É maior que 7 mm de diâmetro;
  • É coceira, crostas ou sangramento.

Qualquer uma das mudanças acima significa que há uma chance de você ter melanoma maligno, uma forma de câncer de pele.

Perda de peso inexplicável

Você também deve consultar seu médico se tiver perdido muito peso nos últimos dois meses, o que não pode ser explicado por mudanças na sua dieta, exercício ou estresse.

Leia também: sobre a perda de peso não-intencional – saiba quando e porque esta perda de peso involuntária acontece.

Reduzindo o risco de câncer

Fazer algumas mudanças simples no seu estilo de vida pode reduzir significativamente o risco de desenvolver câncer.

Por exemplo:

  • Alimentação saudável;
  • Fazendo exercício regular;
  • Não fume.

O site Macmillan Cancer Support tem mais informações sobre como um estilo de vida saudável pode ajudar a reduzir suas chances de desenvolver câncer.

Tratamento do câncer

A cirurgia é o primeiro tratamento para a maioria dos tipos de câncer, pois os tumores sólidos geralmente podem ser removidos cirurgicamente.

Dois outros métodos de tratamento comumente usados ​​são:

  • Quimioterapia  – medicação poderosa para matar o câncer
  • Radioterapia  – o uso controlado de raios X de alta energia

Tempos de espera

Diagnosticar com precisão o câncer pode levar semanas ou meses. Como o câncer geralmente se desenvolve lentamente ao longo de vários anos, esperar por algumas semanas geralmente não afeta a eficácia do tratamento.

O Instituto Nacional de Excelência em Saúde e Cuidados (NICE) produziu diretrizes de referência para suspeita de câncer .

Você não deve esperar mais de 2 semanas para consultar um especialista se o seu médico suspeitar que você tem câncer e encaminhar você com urgência.

Nos casos em que o câncer foi confirmado, você não deve esperar mais de 31 dias desde a decisão de tratar até o início do tratamento.

Diego Brasileiro

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.