Fatos Masculinos
candidiase causas - sintomas - tratamento

Candidíase (Infecções por Levedura): causas, sinais e tratamentos

As leveduras são organismos microscópicos e unicelulares, pertencentes ao reino dos fungos. A candidíase é um tipo de infecção por levedura, por exemplo.

Elas possuem preferência de viver como parasitas, um dos seus hospedeiros mais comuns é o ser humano.

Apesar de se existirem várias espécies de leveduras que podem parasitar o seu humano, duas são as mais expressivas a Candida albicans e Cryptococcus neoformans daremos um foco maior nas doenças que essas duas possam causar.

O que é candidíase?

A candidíase é uma infecção por levedura do gênero, Candida albicans.

Ela não é considerada uma infecção sexualmente transmissível (apesar de existirem umas poucas divergências na literatura médica).

No entanto, a justificativa para isso, é que pessoas que ainda não tiveram relações sexuais podem ter candidíase, que é uma infeção por levedura bastante comum nos dias de hoje.

Leitura interessante: Psoríase – o que é, sintomas, diagnóstico e tratamentos indicados.

Sintomas da candidíase

candida - sintomas da candidiase

A candidíase é uma patologia que possui vários sintomas, que se diferem quanto a localização da infecção.

A seguir será possível observar em cada localização os sintomas mais comuns.

Leitura interessante: Dermatite – causas, sinais e os tratamentos indicados.

Candidíase vaginal

  • Coceira recorrente na área vaginal.
  • Corrimento vaginal de coloração branca, sua aparência é relatada na literatura médica como semelhante ao queijo cottage.
  • Vermelhidão na área da vagina, bem como dor nessa região.
  • Presença de dor nas relações sexuais.

Candidíase oral

candidiase oral

  • Desconforto na região da boca, sensação de ardor e de dor também são relatadas por alguns pacientes.
  • Presença de manchas brancas na parte interna da boca e também na língua.
  • Rachaduras na lateral dos lábios.
  • Dificuldades de engolir alimentos, causando dor durante a deglutição.

Leitura indispensável: Escabiose – causas, sintomas e os melhores tratamentos.

Candidíase peniana

candidiase peniana e outras infeccoes

  • Forte odor na área.
  • Rachaduras (ou feridas) na região do pênis.
  • Corrimento branco e agrupado (aparência semelhante ao queijo cottage).
  • Dor durante as relações sexuais.
  • Ardor no ato de urinar.
  • Coceira e inchaço na ponta do pênis.

Candidíase no esôfago

candidiase no esofago

  • Dor no ato de engolir alimentos e até mesmo saliva.
  • Dor no peito.
  • Sensações de náuseas, e em alguns casos vômitos.
  • Falta de apetite.
  • Dor na região do abdome.

Candidíase na pele

cadidiase na pele

  • Descamação da pele.
  • Vermelhidão e coceira nas áreas de dobras, como nas axilas, braços.
  • Nas regiões de dobras pode haver escurecimento da pele e formação de crostas, em algumas situações há saída de líquidos das lesões.

Candidíase invasiva

candidiase invasiva

  • Dor de cabeça;
  • Náuseas e vômitos;
  • Urina turva;
  • Inflamação nas articulações.

Ajuda médica para a candidíase

No início, a presença dos sintomas de forma leve, faz com que o paciente releve e comece a se banhar com sabonetes neutros, acreditando que seja apenas efeito da umidade. No entanto, essa é uma postura errada.

Assim que sentir qualquer um dos sintomas procure um médico especialista, para as mulheres, o clínico geral ou ginecologista, para os homens, clínico geral ou urologista.

No momento da consulta é importante você relatar todos os sintomas que vem sentindo, o período que elas começaram a aparecer e se você tem feito algum tratamento para amenizar os sintomas.

Na consulta, o médico fará uma anamnese, que irá consistir em realizar algumas perguntas para assim concluir o diagnóstico.

Algumas das perguntas mais frequentes feitas pelo médico, são essas:

  • Você sente algum odor forte e fora do normal nas regiões que são afetadas pela candidíase (áreas genitais)?
  • O indivíduo é sexualmente ativo? Se for mulher, está grávida?
  • Você já teve alguma infecção nas áreas genitais? Se sim, qual foi o diagnóstico? Como realizou o tratamento?
  • Você fez uso de antibióticos recentemente?

Baseado nessas perguntas, se prepare para a consulta, se preciso for, anotem em um papel e otimize o tempo da consulta, relatando ao médico tudo o que tem ocorrido com você.

Leitura indispensável para qualquer homem: Torção Testicular – o que é, como acontece, sinais e o melhor tratamento.

Diagnóstico para candidíase

Às vezes a candidíase pode ser confundida com outros tipos de infecções e por isso é importante realizar alguns exames para que o diagnóstico seja preciso.

Mas como existem vários tipos de candidíase, cada um possui um diagnóstico específico. Vejamos a seguir cada um.

Diagnóstico da candidíase vaginal

Para esse tipo de candidíase, o médico deverá levar em conta o histórico do paciente para saber se houve algum tipo de infecção nas áreas genitais ou se já teve alguma IST (infecções sexualmente transmissíveis).

Será possível também realizar um exame clínico também, além de analisar melhor as lesões também poderá ser obtido um pouco de corrimento para realizar as amostras em laboratório.

Diagnóstico da candidíase peniana

Amostras da secreção das úlceras e das vesículas que estão presentes no pênis, além do exame de avaliação clínica.

Diagnóstico da candidíase oral ou esofágica

Para identificar esse tipo de candidíase, é necessário fazer um exame de cultura de escarro para confirmação.

Diagnóstico da candidíase invasiva

Para esse tipo de candidíase, é necessário realizar um exame de cultura de escarro, urina e fezes.

Também deve ser realizado exames de cultura no sangue, também é importante realizar análise das amostras de biópsias de tecidos para assim poder confirmar o diagnóstico.

Medicamentos para tratar a candidíase

Existem algumas pomadas que auxiliam no tratamento medicamentoso da candidíase, são elas:

  • Miconazol

Suas variações genéricas podem ser encontradas com o nome de gino-mizonol, ou de vodol.

Em algumas situações o médico pode associar o tratamento ao uso e outro antifúngico, cremes de tinidazol.

Esse tratamento associado é geralmente é indicado para homens

  • Clotrimazol

As pomadas que em sua composição tem o clotrimazol são, por exemplo, clotrigel, dermobene, clotrimix, entre outras.

Esse medicamento pode ser utilizado tanto por homens quanto por mulheres.

Também é possível encontrar versões genéricas dessa pomada facilmente em algumas farmácias.

  • Isoconazol

A gyno-icaden e o icaden são exemplos de pomadas facilmente encontradas em farmácias.

Além de possuir formas genéricas dessa pomada pode ser usado por homens ou mulheres, dependendo da recomendação médica.

  • Fenticonazol

Vagicand, fentizol, ou fentinax, são exemplos de pomadas que contém o fenticonazol em sua composição.

Esse tipo de medicação só deve ser usada por mulheres.

Leitura indispensável: Cirrose – causas, sintomas e tratamentos indicados.

Como usar as pomadas para candidíase

O uso das pomadas para candidíase são diferentes para os homens e para as mulheres, seguiremos o passo a passo para cada um.

Nas mulheres

Para usar as pomadas para candidíase, é necessário um aplicador para que a pomada vá até profundamente na vagina.

A quantidade de aplicações deverá seguir a orientação do médico ginecologista.

Passo a passo

  • Primeiramente, lave as mãos e puxe o êmbolo do aplicador.
  • Agora, abra a bisnaga, e procure ajustá-la ao aplicador. Encaixe-os corretamente.
  • Encha o aplicador por completo com a pomada.
  • Deite-se, de costas com as pernas dobradas, pois assim a posição será mais fácil para a aplicação.
  • Retire a bisnaga e comece a introduzir de forma lenta, despeje a pomada até esvaziar o aplicador totalmente, retire-o em seguida
  • Aplique um pouco de creme na área externa da região genital.

No período menstrual tratamento não deverá ser realizado. Também espera-se a suspensão do uso de absorventes internos ou espermicidas.

Leira para qualquer pessoa: Hepatite – O guia completo da doença.

No homem

Já no homem o tratamento da candidíase é um pouco diferente.

  • Aplique uma fina camada da pomada na área da glande e no prepúcio.
  • A aplicação deve ser feita após o banho.
  • Use a pomada entre duas ou três vezes ao dia

O período em que será realizado o tratamento dependerá da prescrição do médico que estará à frente do caso e em como está a situação do paciente.

Criptococose

Criptococose

Essa é uma infecção por levedura conhecida também como: blastomicose europeia ou doença de Busse-Buschke.

Ela não só infecta seres humanos, como também alguns animais, como, o cachorro e o gato.

A levedura que causa essa infecção é a Cryptococcus neoformans, ela pode estar presente nas mucosas de animais, em frutas, e principalmente nos solos contaminados por resíduos de excrementos de aves.

Essa infecção por levedura era rara, com o surgimento da AIDS ela se tornou mais comum.

Inclusive pode ser bastante perigosa em pacientes que possuem o sistema imune debilitado.

Há relatos de muitos pacientes com AIDS terem sido levados a óbito por causa da criptococose.

Leitura simplesmente indispensável: Como parar de fumar – pare de fumar em 24h.

Contaminação

A infecção por essa levedura se dá através da inalação dos esporos do fungo Cryptococcus neoformans.

A sua infecção principal atinge o sistema respiratório, principalmente a área da cavidade nasal, podendo também se espalhar para a pele e para outros tecidos.

Após isso ela pode se espalhar através dos sistemas linfáticos ou sanguíneos.

Sintomas da Criptococose

Os sintomas desencadeados por essa infecção por levedura Cryptococcus neoformans podem ser divididos em três principais que atingem os seres humanos, são elas:

Infecção cutânea — podem ocorrer em pacientes, algumas erupções cutâneas, que são em formas de pequenos caroços, que podem ou não serem acompanhados pela presença de pus, ou algumas ulcerações abertas.

Infecção pulmonar — Sintomas no trato respiratório são relatados em alguns indivíduos, sendo ausentes em outros. Os que tiveram problemas com infecção pulmonar apresentaram tórax dolorido e tosse.

Em casos considerados mais graves foram constatados dificuldade na respiração.

Meningitefortes dores de cabeça, confusão mental e visão turva.

Diagnóstico de criptococose

Para realizar um diagnóstico dessa infecção por levedura, é importante que o médico solicite alguns exames, como: cultura, amostra de tecido ou amostra de secreção.

Tratamentos da criptococose

Para tratar a criptococose são necessários o uso de medicamentos antifúngicos, os remédios a serem administrados pelo paciente só devem ser passados pelo médico responsável.

Nunca se automedique, é importante um acompanhamento médico para as infecções por leveduras, pois a medicação errada além de atrasar o tratamento poderá prejudicar o seu sistema como um todo.

Conclusão

Então é isto caro leitor, ficamos por aqui, mas antes, nos diga se este tipo de assunto é relevante para você!

Nos fale o que você gostaria de entender mais e saber informações realmente diferenciadas?

Estaremos propondo aqui uma troca, você comenta com o que você precisa, compartilha nosso conteúdo nas redes sociais e nós faremos questão de escrever sobre o assunto que você escolher, obviamente, deve seguir a diretriz de nicho do site – saúde física, sexual e mental, masculina.

Muito obrigado por ter chegado até aqui, procuramos leitores assim como você!

Seja sempre muito bem-vindo aqui, nos Fatos Masculinos.

Diego Brasileiro

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.