Fatos Masculinos
liquen plano

Líquen plano: sinais, causas e os tratamentos

Líquen plano: sinais, causas e os tratamentos
4.9 (98.57%) 14 vote[s]

Cada vez mais os cuidados com a saúde vêm preocupando a população em geral, principalmente as patologias com lesões em pele, como o líquen plano.

Além de serem facilmente visíveis, são problemas que causam desconforto aos pacientes.

Uma doença que vem tendo um aumento de incidências é o próprio líquen plano.

Trouxemos nesse artigo tudo o que você precisa saber sobre líquen plano e como pode tratá-lo.

O que é o líquen plano?

O líquen plano é uma doença que inflamatória e que atinge a pele, mucosas e alguns anexos do corpo, como por exemplo, os cabelos e as unhas.

Sua incidência na população mundial humana é de 2% e geralmente as mulheres acima dos quarenta anos são mais propensas a desenvolver essa doença.

Causas

A comunidade científica procura sempre buscar respostas para os questionamentos da origem de doenças, para que a partir disso possam se basear para produzir melhores tratamentos e potenciais curas. No entanto, no caso do líquen plano, a sua origem ainda é desconhecida.

O que se sabe é que lesões semelhantes foram encontradas em pacientes que sofreram exposição a algumas substâncias como, o outro, quinacrina e quinidina, também é frequentemente relacionado a pessoas que estão em situações de estresse.

Tipos de líquen plano

tipos de liquen plano

Líquen plano folicular: Geralmente apresenta lesões no couro cabeludo, essa variação do líquen plano é mais comum de ocorrer me mulheres.

Líquen plano hipertrófico: Ocorre na região dos membros inferiores, principalmente na área dos tornozelos, nesse tipo de variação de líquen plano, as lesões são semelhantes a verrugas de cor em tonalidade próxima ao roxo, com grande ocorrência de prurido.

Essa manifestação nos pacientes pode durar até oito anos.

Líquen plano bolhoso:

Como o próprio nome já propõe, esse tipo de Líquen plano apresenta lesões bolhosas.

Líquen plano linear:

Esse tipo de Líquen plano, é mais comum de ocorrer na infância, com lesões múltiplas, esse tipo pode ter lesões que atingem todo um membro, em alguns casos.

Líquen plano palmar e plantar:

Nesse tipo de Líquen plano, as suas lesões podem ser confundidas com tipos de verrugas, ou calos, em alguns casos com lesões de sífilis ou de psoríase.

Líquen plano anular:

As lesões desse tipo de Líquen plano são vistas mais nos homens, especificamente na área do pênis.

Líquen plano reticular:

Esta é a forma mais comum de ocorrência do Líquen plano, se caracteriza pela presença de várias linhas (estrias), sua aparência lembra um pouco a uma rede, ela geralmente é encontrada nas lesões orais.

Sintomas do líquen plano

sintomas do linquen plano

O paciente que tem líquen plano pode apresentar diversos sinais e sintomas, os quais podem ser mais agressivos em um indivíduo do que em outro, as áreas onde as lesões são características são a região oral e na pele.

Veremos a seguir.

Lesões na região oral

  • Coceira (pode aparecer de forma branda, média ou forte);
  • Presença de protuberâncias (pequenos caroços) na pele, essas lesões podem ser bolhosas, papulosas ou erosivas;
  • Dor na região das lesões;
  • Afta;
  • Podem formar lesões em linhas, com a aparência similar a uma rede.

Lesões na pele

  • Lesões de coloração vermelha forte (arroxeada) na pele.
  • Geralmente são lesões que causam muita coceira e sua aparência é escamosa e brilhante.
  • Podem ocorrer lesões múltiplas ou também isoladas, geralmente a sua ocorrência é simétrica, por exemplo, aparecem nos dois pulsos, nas duas mãos.

Em alguns casos pode ocorrer queda de cabelo

Ajuda médica para quem tem líquen plano

Ao suspeitar que você está com líquen plano, baseado na ocorrência de alguns dos sintomas que já foram citados, é importante que você não espere muito tempo para procurar um profissional da saúde para lhe orientar no tratamento.

Marque uma consulta com um médico, algumas especialidades médicas que podem realizar o diagnóstico do líquen plano são: clínico geral, infectologias, dermatologista, imunologista.

O cirurgião-dentista também pode realizar esse diagnóstico no consultório.

Líquen plano e a consulta médica

Ao marcar uma consulta com um desses profissionais é importante que você já se dirija ao consultório munido de algumas informações que, se anotadas, já evita que você esqueça e também agiliza a duração da consulta.

Para isso anote em um papel, algumas informações, tais como:

  • Quais os sintomas que você tem percebido em seu corpo?
  • Há quanto tempo esses sintomas apareceram?
  • Se tomou alguma medida caseira ou se automedicou para resolver os sintomas, e o que ocorreu após essa atitude?
  • Quais as doenças que você já teve durante todo o período de vida?

Ao relatar ao médico esses dados juntamente com a anamnese dele, onde ele fará algumas perguntas antes de analisar as lesões, ele terá uma gama de informações que juntas o ajudarão a chegar a um diagnóstico (seja ele, positivo ou não para líquen plano) conclusivo.

Diagnóstico do líquen plano

diagnostico liquen plano disturbio da pele

No consultório, será o momento de o profissional da saúde reunir todos os dados possíveis, e assim, descobrir se o paciente tem líquen plano.

Para realizar o diagnóstico, o médico deverá analisar as lesões que estão presentes na boca e na pele.

Nos casos em que haja dúvida, para outro tipo de patologia, o médico poderá solicitar um exame de sangue ou um exame de biópsia das lesões.

Tratamentos

Após o correto diagnóstico, o paciente deverá realizar o tratamento que o médico indicar.

O tratamento servirá para aliviar os sintomas que ocorrem e promover uma melhora e em consequência cura do paciente.

Os tratamentos que existem para o líquen plano, são:

  • Corticoides: que são medicamentos indicados para que as defesas do corpo sejam suprimidas, possuem ação imunossupressora e anti-inflamatória.
  • Anti-histamínicos: medicamentos muito usados para alívio de algumas reações como, por exemplo, a coceira.
  • Enxaguantes bucais com lidocaína: indicado para quem possui lesões bucais e sofrem para se alimentar ou até mesmo ingerir líquidos. Esse enxaguante promove um efeito anestésico na área e assim ajuda o paciente a se alimentar de forma mais confortável.
  • Corticosteroides tópicos
  • Injeções de corticosteroides: Injeção nas áreas lesionadas.
  • Derivados de vitamina A: esse tipo de medicação age no controle da proliferação de queratina (para os casos de líquen plano hipertrófico).

Medicamentos para este distúrbio da pele

Existem alguns remédios que os médicos geralmente indicam para os pacientes que tem líquen plano.

Os medicamentos mais indicados pelos profissionais são:

  • Benevat;
  • Betametasona + Ácido Salicílico;
  • Betametasona + Sulfato de Gentamicina;
  • Betnovate;
  • Betnovate N;
  • Clindamin-C;
  • Clocef;
  • Decadron;
  • Diprosalic;
  • Doxiciclina;
  • Duoflam;
  • Hidrocortisona.

É sempre o nosso dever, alertar a você, caro leitor, dos perigos de se automedicar, pois o tratamento deve ter indicações médicas que levará em conta a ocorrência e a gravidade das lesões, o seu histórico colhido no momento da anamnese.

Quando um paciente se automedica ele corre risco que o tratamento não seja eficaz, que o seu organismo não se adapte ao que está recebendo (principalmente se as doses forem muito altas ou muito baixas), e você poderá dificultar posteriormente o tratamento correto, pois isso é importante para a sal saúde.

Então nunca se automedique nem tome medicações aleatórias sem o conhecimento do seu médico.

Também relate ao profissional que lhe acompanha caso haja super dosagem da medicação ou também o tratamento seja interrompido.

Prevenção

prevencao liquen plano

Infelizmente ainda não há como se prevenir da ocorrência do líquen plano, no entanto, o tratamento, se executado corretamente o indivíduo poderá ser curado em um período médio de dezoito meses.

Variando muito do organismo, o líquen plano pode se tornar uma doença crônica, com o paciente apenas procurando ter condições de vida melhores.

Os sintomas do Líquen plano podem se tornar recorrentes em cerca de 20% dos pacientes que possui essa patologia

Líquen plano causa câncer?

A literatura médica relata alguns casos em que as lesões orais, características do líquen plano podem evoluir para câncer oral, devido à intensa multiplicação celular nas áreas das lesões.

No ano de 1978, a organização mundial de saúde (OMS), classificou o líquen plano como uma condição e caráter cancerizável pré-maligna, no entanto essa designação ainda gera muita polêmica e divergência entre alguns profissionais da área de saúde.

No entanto não se pode mudar o fato de que uma média de 2 a 3% das lesões de líquen plano, tornam-se lesões cancerosas e malignas.

Alguns fatores podem aumentar o risco de o paciente desenvolver câncer, como, por exemplo, a candidíase, a ingestão de bebidas alcoólicas e o fumo.

Por isso os pacientes que possuem líquen plano devem procurar manter seus hábitos saudáveis e evitar que esses fatores de riscos se tornem parte do seu cotidiano.

Conclusão

Agora você já sabe o que é este distúrbio da pele, quais são as principais causas, sintomas e os tratamentos.

Esperamos que você tenha aprendido algo realmente válido para sua saúde hoje e que possa compartilhar este novo conhecimento com outras pessoas.

Faça um compartilhamento deste conteúdo nas suas redes sociais e eduque as pessoas à sua volta, essa é excelente ação.

Saiba que você é sempre bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Diego Brasileiro

Comentários

Rodolfo Medeiros

Sobre o autor:

Olá, meu nome é Rodolfo Medeiros e sou um grande estudioso da mente masculina. Através de anos de dedicação, obtive muito aprendizado sobre etiqueta masculina, melhoria da líbido, aumento peniano, aumento da virilidade, conquista e saúde física e mental do homem, além de vários outros assuntos pertinentes, ao longo deste blog vou te passar com detalhes. Seja muito bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Saiba mais

Sobre o Escritor:

Diego Brasileiro