Fatos Masculinos

Queda de cabelo: as causas e como acabar com a queda

queda de cabelo

Está com problemas de queda de cabelo? Você já pode parar de se preocupar agora!

Vamos mostrar para você aqui a solução desse problema com este conteúdo baseado científicamente.

A queda de cabelo tem afetado cada vez mais pessoas, ela não faz preferência por idade, gênero ou classe social, os problemas com queda capilar podem atingir qualquer pessoa, sem causa prévia.

Para entender o que está acontecendo os fios e o motivo deles estarem caindo em excesso é importante fazer um diagnóstico correto e assim descobrir o que tem causado a queda dos cabelos e como se pode tratar ou prevenir.

Este artigo trouxe para você um acervo repleto de informações para que você entenda um pouco mais sobra a queda de cabelo e assim possa estar sempre de olho na saúde dos seus fios.

O que pode causar a queda de cabelo?

A queda de cabelo pode ser provocada por várias causas relacionadas à saúde, e por isso é importante você averiguar exatamente o motivo que está causando esse problema, pode ser um sinal de alerta para você cuidar melhor de outros aspectos de sua saúde.

Perder cabelo diariamente é um processo natural e normal, em média estima-se que cerca de 50 a 100 fios de cabelos caem de nossa cabeça todos os dias, parece bastante não é mesmo?

Mas não é, pois além de termos em média 100 mil fios de cabelos em nossa cabeça, todos os dias novos fios começam a crescer.

Ao longo do tempo nossos cabelos vão ficando mais finos e por consequência o volume que existia vai diminuindo lentamente.

Se a perda de cabelo for maior do que a média diária, significa que algo no organismo não está funcionando como deveria.

Pouco provável que essa queda deixe você careca, mas é importante estar destinado a investigar a causa que provoca esse efeito.

Dividiremos as causas mais comuns de queda de cabelos nas categorias de homem e mulher.

Leia também: Esteróides Anabolizantes – Tudo o que você precisa saber sobre

Queda de cabelos em homens

queda de cabelo masculina

No sexo masculino, a causa que mais provoca queda de cabelo é a calvície. A calvície é hereditária, um gene da mãe é passado para o seu descendente e esse o expressa na forma de perda de cabelos.

As mulheres também podem ser afetadas pela calvície, com um pouco menos de frequência.

A calvície geralmente se inicia no período da puberdade e com o passar do tempo tende a ficar mais expressiva.

Queda de cabelos em mulheres

queda de cabelo feminina

Nas mulheres o problema da queda do cabelo além de sinalizar alguma alteração no organismo, pode significar um problema de autoestima.

Para isso o mercado de medicina e cosmetologia realizam pesquisas todos os dias em busca de novas técnicas, procedimentos e medicamentos que ajudem a combater esse problema.

Alguns problemas fisiológicos alteram o organismo da mulher de forma a aumentarem a probabilidade de queda dos cabelos, os mais comuns são:

  • Problemas relacionados à tireoide;
  • Período de lactação e amamentação;
  • Doenças que diminuem a imunidade;
  • Deficiência de vitaminas ou ferro no organismo.

Existem mais problemas que podem ocasionar queda dos fios de cabelo, a exatidão da causa poderá identificar a quantidade média de cabelo perdido, os locais do corpo onde serão mais afetados com a perda dos fios e a velocidade com que isso irá ocorrer.

Algo muito com nas mulheres, é ocorrer algumas mudanças hormonais e na velocidade do seu metabolismo, essas alterações podem ser uma causa de perda temporária de cabelos, sendo assim, praticamente todas as mulheres, pelo menos um momento de sua vida, sofreram com a queda dos seus fios.

As mudanças mais comuns são o período gestacional, irregularidade de hormônios devido ao uso das pílulas anticoncepcionais, e principalmente a menopausa. As mulheres, nesse caso precisam estar sempre cuidando da sua saúde hormonal para evitar que os seus cabelos sofram com a queda.

Quando há problemas de saúde, onde fazem necessários usos de recursos mais fortes, como por exemplo no caso de tratamento do câncer (quimioterapias), problemas de pressão alta, remédios de tratamento da artrite, há uma grande chance de os cabelos começarem a cair devido às novas condições que o organismo passa a suportar.

Leitura ideal: Testosterona – 9 sinais que indicam a baixa do principal hormônio masculino

O que é a alopecia areata?

alopecia areata

É uma doença inflamatória que tem por característica a perda de cabelo.

As causas de seu aparecimento estão relacionadas com o sistema imune e com a genética.

Ela não é uma doença contagiosa, e a sua gravidade pode ser aumentada devido a fatores externos emocionais, tais como: grandes traumas físicos ou emocionais, e em alguns casos algum tipo de infecção.

Por se tratar de uma inflamação, logo após o seu tratamento os cabelos podem voltar a crescer, pois a sua queda não destrói os folículos pilosos, apenas o inativam quando há a inflamação.

Alguns estudos da comunidade científica, estimam que cerca de 5% dos pacientes que possuem essa doença perdem todos os pelos do corpo.

Leitura indispensável: Cirrose – causas, sintomas e o verdadeiro tratamento!

Buscando ajuda médica para a queda de cabelos

A queda de cabelos deve ser levada a sério e por isso o médico dermatologista deverá ser a pessoa que você deverá entrar em contato para um melhor tratamento.

No momento da sua consulta, explique que você notou uma queda de cabelos muito maior do que o normal.

Ele irá considerar algumas questões, antes de solicitar alguns exames.

Algumas das perguntas que o seu médico deverá fazer são:

  • Você teve alguma doença recentemente?
  • E febre alta?
  • Você usa algum produto químico no cabelo?
  • Faz uso de secador ou chapinha?
  • Passou por alguma situação de stress fora do comum?
  • Você tem hábitos de coçar os cabelos ou de ficar arrancando os fios?

Ao responder essas perguntas o médico poderá começar a traçar um diagnóstico e assim o melhor tratamento para evitar a queda de cabelo.

Remédios para queda de cabelo

A indústria farmacêutica possui alguns medicamentos que são específicos para tratar a queda cabelo, a seguir, mostraremos os mais comuns e indicados nos consultórios.

É importante lembrar a você, que somente um médico especialista (dermatologista ou clínico), poderá lhe receitar uma medicação.

Mesmo que seja “apenas” uma queda de cabelo, todos os medicamentos só podem e só deve ser utilizado de acordo com receita médica e a posologia indicada.

Leitura indispensável: Melhores remédios para queda de cabelo – conheça agora mesmo e tire suas dúvidas!

Minoxidil

Uma medicação que estimula o crescimento dos fios, pois atua diretamente na circulação no local e também ajuda a prologar o período de crescimento do cabelo.

Essa medicação só deverá ser usada por mulheres somente por orientação médica.

A duração do tratamento com essa medicação é em média de três a seis meses, ou como o seu médico indicar o tratamento.

Finasterida

Este medicamento além de ajudar a prevenir a queda dos cabelos, promove um crescimento mais forte da fibra capilar.

A sua posologia envolve em média de 1 comprimido pelo período mínimo de três meses, ou de acordo com a orientação médica.

Alfaestradiol

Esse medicamento é indicado geralmente para tratar a queda de cabelo causada por fatores hormonais (alopecia androgenética), pode ser utilizado tanto por homens como por mulheres.

É uma solução que deve ser aplicada apenas uma vez ao dia, a preferência é que seja aplicado à noite diretamente no couro cabeludo.

Após a aplicação é importante realizar movimentos circulares massageando bem para que a solução penetre no couro cabeludo, a massagem também irá atuar para promover uma melhor circulação a corrente sanguínea a área.

Este medicamento não deve ser usado por pessoas que sejam menores de 18 anos, nem por gestantes ou lactantes, ou mesmo indivíduos que possuam algum tipo de alergia a algum componente de sua fórmula.

Conversar com o seu médico é de extrema importância para que ele indique o tratamento que melhor se encaixa com o seu estilo de vida e causa da queda.

Vitaminas para ajudar no combate à queda

Como as causas de queda de cabelo envolvem deficiência de nutrientes no organismo, alguns recursos vitamínicos estão disponíveis no mercado e podem ajudar muito no processo de evitar a queda dos cabelos.

Citaremos os três que são mais comuns e geralmente são encontrados em farmácias.

Pantogar

Produto indicado para as mulheres que possuem perda de fios em períodos de tempo.

Em sua composição encontramos a queratina, a cistina e o pantotenato de cálcio.

A dose que é recomendada para o seu uso é de 1 cápsula três vezes ao dia para os adultos.

Em crianças acima de 12 anos é necessário diminuir a quantidade para duas cápsulas.

O tratamento com o pantogar dura em média de três a seis meses.

Imecap

Recomendado tanto para homens quanto para mulheres, o imecap hair é um suplemento que contém: zinco, selênio e biotina em sua composição que atuam no fortalecimento do fio.

Recomenda-se que a dose diária seja de uma dose por dia antes de uma das principais refeições, o seu tratamento mínimo deve ser de três meses.

Lavitan

O lavitan hair, também é indicado para homens e mulheres.

Ele além de possuir ação antioxidante e anti-queda , também atua na saúde das unhas.

Zinco, biotina e piridoxina são ingredientes encontrados em sua composição.

A sua dose recomendada para um tratamento eficaz é semelhante à do imecap, apenas uma cápsula por dia, antes de uma das principais refeições.

Leitura interessante: É normal ter um testículo maior do que o outro?

Perguntas frequentes sobre a queda de cabelo

perguntas e respostas sobre queda de cabelo

Aqui listamos algumas perguntas que pairam na mente das pessoas e acabam provocando muitas dúvidas.

  1. O stress realmente faz o cabelo cair?

Sim! Quando estamos expostos a uma situação de stress, a fisiologia do nosso organismo reage promovendo um aumento do hormônio cortisol (inclusive, ele é conhecido como o hormônio do stress) e um dos efeitos desse aumento do cortisol é a queda dos cabelos.

  1. Realizar procedimentos químicos potencializa a queda dos cabelos?

Essa questão é verdadeira em partes. O alisamento provoca uma alteração na fibra capilar e em seu pH, se for feito da maneira correta.

O cabelo ficará frágil, mas não necessariamente terá queda. No entanto, se o alisamento for feito de forma incorreta, ou houver choque químico (encontro de químicas incompatíveis no fio) o fio poderá se romper.

  1. Shampoos e tônicos para prevenção de queda ajudam?

Esses produtos ajudam na prevenção a queda do cabelo, no entanto, sozinhos eles jamais farão milagres.

  1. O cabelo cai mais em um determinado período do ano?

O período de movimentos terrestres em anda influencia a queda dos cabelos. No entanto, o próprio ciclo do fio deve ser considerado.

O fio capilar possui três ciclos principais: crescimento, repouso e queda.

Nessa queda ele sai do couro cabeludo para dar lugar a um novo fio que está surgindo.

  1. A alimentação influencia na queda de cabelos?

Sim!

Uma alimentação onde há pouca ingestão de vitaminas, proteínas e minerais, acarreta em um enfraquecimento da fibra capilar e por isso, a perda de vários fios de cabelo.

Pelo contrário, uma alimentação balanceada promove uma vitalidade e um crescimento muito saudável aos cabelos.

Inclua em sua dieta alimentos como:

  • Fígado, peixe e gema de ovo – Rico e vitaminas do complexo B;
  • Cenoura, própolis e beterraba – Vitamina A;
  • Laranja, morango, limão e tomate – Alimentos ricos em vitamina C;
  • Feijão, frutas secas e cereais – ótimas fontes de Ferro.

Conclusão

 

Diego Brasileiro

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdos Exclusivos

Entre com seu melhor e-mail e receba conteúdos que você não encontra de graça por aí:

Desenvolvido por FeedBurner

Sobre o autor

Olá! Me chamo Rodolfo Medeiros e atualmente estudo a mente humana. Sou formado em psicologia e tenho me dedicado a entender comportamentos humanos específicos, a sexualidade e outros temas que iremos abordar aqui. Seja sempre muito bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Sobre o Escritor:

Diego Brasileiro

Posts