Fatos Masculinos

Viagra: Faz Mal? Quais são os efeitos colaterais? O que substitui o Viagra? E Muito Mais – Confira o Guia Completo!

pfizer-empresa-que-criadora-do-Viagra

Caso você não faça ideia, o Viagra é um dos medicamentos mais falsificados do mundo.

Vamos falar não só sobre isso, mas também sobre como ele funciona, suas contraindicações, se é perigoso tomar o medicamento, formas alternativas para o tratamento que o Viagra promete resolver.

Além disto, vamos te presentear com várias dicas úteis que vão fazer total diferença.

Se você quer saber tudo sobre o medicamento Viagra, você precisa ler com calma todo este conteúdo de hoje, ele está imperdível.

O que os dados apontam sobre o Viagra?

azulzinho

A partir do mês que passou, a galera do Reino Unido já poderão comprar Viagra sem precisão de uso da receita médica em farmácias britânicas.

Aqui no Brasil, ainda existe necessidade de apresentar este documento que é emitido pelo médico, embora ainda haja possibilidade de compra sem a prescrição médica, pois, muitas farmácias aceitam a compra sem receita.

As autoridades do Reino Unido anunciaram a medida inovadora, no intuito de conter a ilegalização monstruosa da pílula azul na internet, segundo dados divulgados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária brasileira).

O Viagra é está entre a lista dos 5 medicamentos mais falsificados vendidos no Brasil.

A farmacêutica Pfizer, responsável pela criação do sildenafila, que é o famoso Viagra, pode ajudar homens que possuem problemas de impotência e disfunção erétil, conseguindo assim fazer com que esses indivíduos consigam ter uma melhor ereção na relação sexual.

Mas como já sabemos, qualquer medicamento possui efeitos colaterais, com o Viagra não é diferente.

Continue a leitura e saiba tudo que você já deveria saber sobre este medicamento antes de comprar os comprimidos.

Leia também:

Como funciona o Viagra?

Para que ocorra a ereção, o componente do Viagra, o sildenafil, faz com que o fluxo sanguíneo corporal flua até o pênis.

Desta forma é possível facilitar a chegada da ereção, pois, os corpos cavernosos são infestados de sangue, possibilitando assim com que o pênis fique mais ereto.

Pelo menos dois terços dos homens que usam o medicamento, dizem que conseguem ter ereções interessantes.

Esses dados foram divulgados pelo NHS, o serviço de saúde do Reino Unido.

Para que o homem tenha efeito com o medicamento basta esperar cerca de 30 minutos a uma hora para que ele faça efeito em homens que possuem impotência

Através da bula publicada no site da Anvisa, a criadora do medicamento informa que ele possui 50 mg e deve ser tomado em torno de uma hora antes da atividade sexual. 

O máximo que se pode tomar de Viagra é de até 100 mg em dose por dia, sendo possível que o homem comece tomando 25 mg, passe para 50 mg quando necessário e chegue até 100 mg caso seja realmente uma opção, pois, essa é a quantidade máxima.

A própria Pfizer recomenda no máximo tomar uma vez por dia.

Contudo, não existe comprovação garantida que somente a pílula poderá resolver o problema.

Para que o medicamento tenha real efeito, será necessário ter estímulo sexual.

Com o fim da relação sexual os efeitos devem desaparecer.

Quem pode e quem não deve tomar o Azulzinho?

A pílula do Viagra é somente recomendada para homens maiores de 18 anos de idade que possuam problemas de impotência ou disfunção erétil.

De forma resumida, o medicamento é indicado para homens que não conseguem ter uma boa ereção.

O remédio não é indicado para as mulheres.

Quais são os efeitos colaterais do Viagra?

efeitos colaterais viagra

Todo remédio possui efeitos colaterais e nós até já falamos isso né, mas quais são os principais efeitos colaterais do Viagra?

Vamos conferir abaixo:

De qualquer forma, a maioria dos homens não sente esses efeitos colaterais com facilidade.

Isso vai depender muito da condição de saúde do homem, como ele se alimenta, se ele bebe bastante líquido e algumas outras indicações.

De modo geral, o medicamento deve ser evitado por homens que possuem dores no peito fazendo exercícios leves ou falta de ar com frequência, como, por exemplo, subir em escadas e sentir cansaço.

Para que não é indicado o Azulzinho segundo a Pfizer?

A Pfizer e o Sistema de Saúde do Reino Unido não aconselham o uso do Viagra para os seguintes homens:

  • Homens com doenças graves do fígado ou do coração;
  • Caso o homem tenha sofrido derrame não é indicado tomar a pílula azul;
  • Homens com problemas de pressão baixa também não é indicado o suo;
  • Homens que estão tomando medicamentos vasodilatadores não é indicado o uso do Viagra;
  • Homens que possuam a retinite pigmentosa.

De qualquer modo é recomendado procurar um médico para poder ter certeza do uso do medicamento.

Consulte o médico caso você esteja fazendo algum tratamento ou já possua algum tipo de enfermidade.

Tomar Viagra pode ser perigoso?

Tomar o princípio ativo sildenafil pode sim ser perigoso, principalmente se o paciente for usar o medicamento com outros vasodilatadores, essa combinação poderá causar uma queda na pressão arterial.

Caso o paciente tome Adempas, um remédio usado para hipertensão pulmonar, não é indicado tomar o viagra, pois, a combinação pode ser muito prejudicial.

Em caso de uso de drogas que contenham amilo (vasodilatador), mesmo que por uso recreativo, não é interessante combinar com o uso do Viagra.

Não existem respostas científicas ainda sobre a combinação do uso de sildenafil com drogas, estilo LSD, êxtase ou cocaína, mas de qualquer forma não é recomendado o uso nesses casos.

É possível ter efeitos colaterais?

Sim, mas somente em 1 a cada 1000 pacientes poderá haver complicações graves.

Por isso orientamos o uso de medicamentos naturais, que podem ainda ser mais poderosos que o Viagra para deixar o pênis realmente rígido e não ter efeitos colaterais.

Daqui a pouco iremos te apresentar as melhores opções do mercado.

Caso você tome Viagra e esteja sentindo algum sintoma citado abaixo, suspenda o uso:

  • Pacientes que sentem dor no peito;
  • Pacientes que tiveram ereções por mais de quatro horas, chamada de ereção prolongada, o que às vezes causa dor;
  • Pacientes que possam ter perda repentina da visão;
  • Pacientes que tenham tido reação cutânea grave, podendo ser acompanhada de descamação da pele, inchaço, febre e bolhas;
  • Pacientes que sofreram alergias ou tiveram casos de convulsões.

O Viagra é um dos medicamentos farmacêuticos mais polêmicos e amplamente discutidos no mercado nos últimos 30 anos. As pessoas mais comumente usam o Viagra para tratar a disfunção erétil.

Funciona relaxando os músculos das paredes dos vasos sanguíneos em certas áreas do corpo. Na maioria dos casos, o Viagra funciona bem e mudou a vida das pessoas para melhor.

A palavra Viagra é o nome comercial do citrato de sildenafil e é usada no tratamento da disfunção erétil e da hipertensão arterial pulmonar . 

Originalmente desenvolvido por cientistas no Reino Unido, foi trazido para o mercado pela Pfizer Inc., uma empresa farmacêutica nos Estados Unidos. 

Viagra também é vendido sob a marca Revatio. A fórmula química do citrato de sildenafil é C22H30N6O4S.

Neste artigo, analisamos brevemente os efeitos do Viagra, por que ele é usado, os efeitos colaterais e a história.

É seguro?

Viagra foi inicialmente concebido para ajudar a baixar a pressão arterial, mas agora é normalmente usado para tratar a disfunção erétil.

Viagra é geralmente seguro para usar com moderação. 

No entanto, tomá-lo pode causar uma série de efeitos adversos.

De acordo com os resultados dos ensaios clínicos, os efeitos colaterais mais comuns incluem:

  • dores de cabeça
  • congestão nasal
  • visão prejudicada
  • fotofobia ou sensibilidade à luz
  • indigestão

Menos comumente, alguns usuários experimentaram cianopsia, onde tudo parece ter uma tonalidade azulada.

Em casos muito raros, o uso de Viagra pode levar a neuropatia óptica isquêmica anterior não-arterítica ou dano ao nervo óptico.

Outros efeitos colaterais potenciais incluem:

  • Raramente, priapismo, uma ereção dolorosa e duradoura;
  • Ataque cardíaco;
  • Perda auditiva súbita;
  • Aumento da pressão intra-ocular;
  • Arritmias ventriculares.

Desde 2007, a rotulagem do Viagra nos EUA incluiu um alerta sobre o risco potencial de perda auditiva súbita.

O Viagra pode diminuir o suprimento de sangue para o nervo óptico, causando perda súbita da visão. 

Este evento adverso muito raro ocorre principalmente em pessoas com doenças cardíacas, hipertensãodiabetes, colesterol alto ou problemas oculares preexistentes. 

A ligação entre a perda da visão e o Viagra é ainda desconhecida.

Interações

Pessoas com HIV que tomam inibidores de protease devem discutir o uso do Viagra com seus médicos. 

Os inibidores da protease aumentam o risco e a gravidade dos efeitos colaterais. 

Esses indivíduos não devem ter mais de 25 miligramas (mg) de Viagra por vez, e não mais do que a cada 48 horas.

Os indivíduos que tomam bloqueadores, alfa devem certificar-se de que tomam o Viagra pelo menos 4 horas antes ou depois de tomar bloqueadores, alfa.

Isso pode ajudar a prevenir a pressão arterial perigosamente baixa.

Contra-indicações

Os seguintes indivíduos não devem tomar Viagra, ou devem consultar primeiro o seu médico:

  • Pessoas em doadores de óxido nítrico, nitratos e nitritos orgânicos;
  • Homens que são aconselhados a abster-se de relações sexuais devido a fatores de risco cardiovascular;
  • Pessoas com insuficiência hepática grave;
  • Pessoas com doença renal;
  • Indivíduos com pressão arterial baixa (hipotensão);
  • Aqueles que tiveram um ataque cardíaco recente ou acidente vascular cerebral;
  • Indivíduos com distúrbios hereditários da retina degenerativa.

Alguns atletas tomam Revatio para aumentar sua capacidade de exercício, mas há pouca evidência para apoiar este uso.

Efeitos

O Viagra pode ajudar homens que não conseguem alcançar ou manter uma ereção devido à disfunção erétil

Ele melhora a resposta erétil quando um homem já está sexualmente estimulado, mas não fornece estimulação sexual.

Se não houver estimulação sexual, o viagra não funcionará.

Quando a estimulação sexual ocorre, o óxido nítrico é liberado pelo sistema nervoso no tecido erétil do pênis. 

O óxido nítrico estimula uma enzima que produz monofosfato de guanosina adenosina monofosfato cíclico (cGMP).

O cGMP faz com que as artérias do pênis se dilatem, de modo que as artérias e o tecido erétil se enchem de sangue. 

Uma ereção resulta.

O Viagra evita que o GMPc se degrade, pelo que o fluxo sanguíneo e a ereção podem continuar.

Dosagem

como tomar o viagra

Uma overdose de viagra pode ser grave, embora a morte seja rara.

A dosagem será diferente se o medicamento for usado para disfunção erétil ou para hipertensão arterial pulmonar.

Viagra

Para a disfunção erétil, Viagra vem em comprimidos azuis, em forma de diamante, em doses de 25, 50 ou 100 mg.

O indivíduo toma no máximo uma pílula em um período de 24 horas, 30 minutos a 1 hora antes da relação sexual.

Revatio

Para a hipertensão arterial pulmonar, o Viagra é apresentado em comprimidos brancos, redondos, revestidos por película. 

As pessoas tomam um comprimido de 20 mg de Revatio três vezes ao dia.

Overdose de Viagra

Uma overdose de Viagra pode ser grave. Se você acredita que teve mais do que a dosagem, padrão, chame um médico ou um Centro de Controle de Envenenamento local.

Sintomas de uma overdose podem incluir:

  • Vômito;
  • Visão turva e visão distorcida;
  • Papiledema — inchaço no nervo óptico;
  • Neuropatia óptica — dano ao nervo óptico;
  • Taquicardia(aumento da frequência cardíaca);
  • Priapismo prolongado;
  • Cegueira;
  • Rabdomiólise — quebra dos músculos;
  • Diarreia.

Mortes por overdose de viagra são raras, mas possíveis.

História do medicamento azulzinho

pifzer

Inicialmente, o Viagra foi projetado por cientistas da Pfizer que trabalham no Reino Unido.

Eles estavam, de fato, trabalhando em uma droga para hipertensão, ou pressão alta, e angina pectoris, um sintoma de doença cardíaca isquêmica.

Durante os ensaios da fase 1, observou-se que a droga fez muito pouco para prevenir a angina, mas induziu ereções penianas marcadas. 

Chegando ao mercado em 1998, o Viagra foi o primeiro tratamento oral aprovado para tratar a disfunção erétil nos EUA.

A ascensão meteórica do Viagra à fama já entrou em uso como uma droga ilícita. 

Mas, o uso de Viagra em indivíduos sem disfunção erétil não parece ter qualquer efeito. Embora, os pesquisadores notaram que há um efeito placebo significativo. 

Em uma nota semelhante, não há benefício comprovado para as mulheres que tomam a droga.

Em 2008, o Viagra gerou cerca de US $1,93 bilhão em receita para a Pfizer.

Existem tratamentos alternativos ao Azulzinho para impotência?

Sim existem. Esses medicamentos têm sido indicados por alguns médicos e podem ser o que você precisa agora para não correr os riscos que o Viagra possui.

Vamos citar 2 dos melhores medicamentos do mercado, tanto em gel, como também em comprimidos.

Pode parecer até estranho né, produtos em gel, mas eles são tão eficazes quanto os produtos em comprimido e também possuem efeitos temporários para ereção e permanentes quando se trata de aumento do pênis.

É isso mesmo, os medicamentos que iremos mostrar a seguir, tanto servem para você ter uma ereção poderosa sem se preocupar com efeitos colaterais.

Esses medicamentos que serão aqui revelados também vão aumentar o tamanho do seu órgão sexual, pois, eles agem na raiz do pênis.

O medicamento atua fazendo com que, através do estímulo, o órgão sexual masculino aumente de tamanho de forma permanente.

Macho Man Adulto

O Macho Man Adulto é um medicamento em gel.

O produto já foi usado por mais de 1 milhão de clientes pelo mundo e está começando a chegar e fazer sucesso no Brasil somente agora.

Este medicamento é seguro e fácil de usar, não há necessidade de usar bombas e extensores com o uso desse medicamento quando se trata em aumentar o tamanho do órgão sexual.

O medicamento em gel é cientificamente comprovado e é aprovado pelos melhores médicos do mundo, inclusive por um grande médico japonês chamado Anjinomoto.

O Macho Man Adulto possui fermentos especiais possuem uma grande influência de forma benéfica nos tecidos do pênis.

Este remédio age diretamente nas câmeras do corpo cavernoso do pênis, conseguindo ter um tipo de alongamento sem causar danos, o que facilita ganhos no tamanho do pênis no comprimento e na espessura.

O creme deve ser usado diretamente no pênis do homem ereto, através de movimentos de massagem.

Com o este produto é garantido que depois de as massagens o homem consiga aumentar em até 5 cm em cerca de 30 dias, além de trazer uma ereção muito mais poderosa até do que o Azulzinho.

Para que os efeitos sejam melhores, basta aplicar o creme cerca de meia hora antes do ato sexual.

Esse detalhe irá dar uma estimulação a mais para a rigidez da ereção e o aumento peniano no comprimento e na espessura.

Veja esta reportagem sobre o produto: REPORTAGEM JORNAL HARDCORE!

Xgrow UP

O XGROW UP é um medicamento em comprimidos.

Este remédio foi eleito por muitos usuários, como mais potente que o próprio Viagra e não possui efeitos colaterais.

O produto tem sido febre desde  artistas, até pessoas comuns como eu e você. 

Todos as pessoas que tiveram a oportunidade de usá-lo até o momento,  tiveram um grande resultado e muito mais vigor sexual.

Além disso, as ereções ficarão mais fortes e prolongadas e hoje desfrutam de uma vida sexual muito mais ativa através do uso 100%, natural do produto.

O XGROW UP aumenta o desempenho e o vigor do homem, as ereções ficam muito mais poderosas e longas, o produto combate de frente a impotência e dá um desejo sexual sem igual.

Conheça mais sobre o XGROW UP!

O produto já foi comparado ao Viagra e foi eleito mais poderoso e ainda não possui os efeitos colaterais que o sildenafil pode causar.

Acesse o site oficial do produto: PÁGINA OFICIAL DO PRODUTO AQUI!

Reportagem oficial do produto: REPORTAGEM UOL 20 ANOS (REPORTAGEM COMPARA O MEDICAMENTO COM O VIAGRA)!

Conclusão

Independentemente do que você decida, dê atenção aos produtos naturais, procure ter uma vida mais saudável.

Você também conseguirá ter ereções muito mais fortes e ainda aumentar o tamanho e grossura do seu pênis.

Apesar de pouco divulgados, os produtos naturais são muito mais efetivos nesses tipos de tratamentos.

Apenas são pouco comentados porque simplesmente não fazem parte da indústria farmacêutica, estão tentando esconder esses medicamentos diferenciados de você.

Mas nós botamos a boca no trombone mesmo e não temos medo, aproveite este conteúdo enquanto ele ainda se encontra no ar.

Já perdemos algumas matérias por falarmos a verdade.

Não vamos ficar calados!

Compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais e faça essa mensagem chegar ao máximo de homens, possível, nós precisamos saber disso.

Diego Brasileiro

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdos Exclusivos

Entre com seu melhor e-mail e receba conteúdos que você não encontra de graça por aí:

Desenvolvido por FeedBurner

Sobre o autor

Olá! Me chamo Rodolfo Medeiros e atualmente estudo a mente humana. Sou formado em psicologia e tenho me dedicado a entender comportamentos humanos específicos, a sexualidade e outros temas que iremos abordar aqui. Seja sempre muito bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Sobre o Escritor:

Diego Brasileiro

Posts