Fatos Masculinos
pressao alta em homens

Pressão alta em homens: qual é a diferença e como tratar

Pressão alta em homens: qual é a diferença e como tratar
4.9 (97.33%) 15 vote[s]

Muitas dúvidas surgem sobre a nossa saúde, mas nem todas são respondidas tão facilmente assim.

Uma das que mais nos perguntaram via e-mail nos últimos dias, foi referente a pressão alta nos homens, será que existe alguma diferença?

Em que idade os homens costumam ter hipertensão arterial?

Vamos tirar essas e outras dúvidas indispensáveis sobre o assunto e se você precisa entender mais sobre a pressão alta, esta é sua grande chance de sanar todas as suas dúvidas sobre.

Pressão alta nos homens

Os riscos e complicações da hipertensão arterial (hipertensão) diferem entre homens e mulheres. 

Vale ressaltar que as complicações como acidente vascular cerebral e ataque cardíaco ocorrem mais frequentemente em homens do que mulheres.

A hipertensão arterial afeta homens e mulheres de maneira diferente

Quando se trata de hipertensão, comumente conhecida como hipertensão arterial, deve-se estar ciente de algumas das diferenças entre homens e mulheres.

A hipertensão arterial é mais comum em homens do que em mulheres antes dos 50 anos de idade. No entanto, após os 55 anos de idade, a hipertensão arterial é mais comum entre as mulheres do que nos homens.

Complicações da hipertensão arterial para homens e mulheres

As complicações da hipertensão arterial incluem ataques cardíacos e derrame.

Estudos mostraram que tais complicações são significativamente menores em mulheres, especialmente em mulheres que não foram submetidas à menopausa.

Entre essas duas complicações, a redução dos ataques do coração é muito mais proeminente.

Ao comparar homens e mulheres entre 40 e 70 anos com graus similares de pressão alta, as mulheres têm riscos menores de complicações do que os homens.

Portanto, para ter danos semelhantes aos órgãos e vasos sanguíneos nas mulheres, é necessária uma maior carga de pressão arterial.

Diagnosticando a pressão alta

Assim, é importante fazer exames de pressão arterial regularmente, especialmente se você é um homem jovem ou de meia-idade (de 20 a 40 anos) ou uma mulher na pós-menopausa.

“Algumas pessoas acreditam que a pressão alta é uma doença do homem velho.

Embora os idosos tenham um risco maior de isso, os homens mais jovens na faixa dos 30 e 40 anos geralmente sofrem da doença sem saber”, diz o Dr. Ian Phoon, Consultor Sênior daPoliclínica SingHealth — Pasir Ris, membro do grupo SingHealth. 

Isso ocorre porque a pressão alta é um “assassino silencioso” sem sintomas óbvios. “Apesar das diferenças de gênero no risco de hipertensão relacionado à idade, homens e mulheres são diagnosticados e tratados da mesma maneira”, acrescenta o Dr. Phoon.

Como a pressão arterial elevada é medida?

A pressão arterial mede o quanto o coração tem que trabalhar para bombear o sangue pelas artérias.

A pressão arterial é registrada como uma leitura superior (sistólica) em uma leitura mais baixa (diastólica).

A leitura sistólica é a pressão nas artérias (medida em milímetros de mercúrio, ou mm Hg) quando o coração aperta.

A leitura diastólica é a pressão quando o coração relaxa.

Uma pessoa com uma leitura da pressão arterial de 1 40/90 mm Hg ou superior é dito ter pressão alta. 

Desde que as pressões sistólica e / ou diastólica sejam altas, a pessoa tem pressão alta.

Ter hipertensão arterial não tratada pode dobrar seu risco de sofrer um derrame e um ataque cardíaco e aumentar sua chance de insuficiência renal.

Por que os homens mais jovens desenvolvem pressão alta?

Obesidade, estresse no trabalho, inatividade física, consumo excessivo de álcool (mais de 2 doses por dia) e alto consumo de sal são causas prováveis ​​para o aumento da pressão alta em homens com menos de 45 anos.

Os homens mais jovens com pressão arterial elevada pode ter síndrome metabólica (obesidade abdominal), que está ligada a doenças cardíacas e diabetes.

Conclusão

A pressão alta em homens ou em mulheres é uma doença grave que se não tratada devidamente, pode levar o indivíduo a óbito.

Por este motivo, informe as pessoas ao seu redor e tente educá-las para que o problema de saúde seja amenizado e tudo ocorra bem.

Além disto, leve seu parente ao médico ou crie esta vontade imprescindível em você, caso você seja este “parente”.

Se você acredita que este conteúdo lhe ajudou, por favor compartilhe nas suas redes sociais e nos ajude a crescer.

Para que continuemos produzindo conteúdos precisamos do seu apoio, compartilhando e comentando em nossos artigos.

Lhe agradecemos por isto e saiba que você é sempre muito bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Diego Brasileiro

Comentários

Rodolfo Medeiros

Sobre o autor:

Olá, meu nome é Rodolfo Medeiros e sou um grande estudioso da mente masculina. Através de anos de dedicação, obtive muito aprendizado sobre etiqueta masculina, melhoria da líbido, aumento peniano, aumento da virilidade, conquista e saúde física e mental do homem, além de vários outros assuntos pertinentes, ao longo deste blog vou te passar com detalhes. Seja muito bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Saiba mais

Sobre o Escritor:

Diego Brasileiro