Fatos Masculinos
Genitalia ambigua

Genitália ambígua: Anomalias dos genitais masculinos – O GUIA COMPLETO

Genitália ambígua: Anomalias dos genitais masculinos – O GUIA COMPLETO
5 (100%) 1 vote[s]

Se você vem pesquisando sobre este distúrbio conhecido como genitália ambígua, este guia vai te levar para o caminho do aprendizado.

De forma simples e objetiva, vamos te mostrar o que é este problema, quais são os principais sintomas, causas, fatores de risco e muito mais.

É importante estar preparado para qualquer problema deste tipo, ou talvez você até já esteja convivendo com isto.

Ler este conteúdo, vai ser a melhor forma de se informar e tomar as melhores decisões.

O que é a genitália ambígua?

formacao dos cromossomos

A genitália ambígua é uma condição rara na qual, os órgãos genitais externos de uma criança não parecem ser claramente masculinos ou femininos.

Em um bebê com genitália ambígua, os órgãos genitais podem estar incompletamente desenvolvidos ou o bebê pode ter características de ambos os sexos.

Os órgãos sexuais externos podem não corresponder aos órgãos sexuais internos ou ao sexo genético.

A genitália ambígua não é uma doença, é um distúrbio do desenvolvimento sexual.

Geralmente, a genitália ambígua é óbvia logo após o nascimento, e pode ser muito angustiante para as famílias.

Seu médico urologista ou ginecologista (podendo ocorrer em homens ou mulheres de forma consecutiva. Este problema poderá acontecer em ambos os sexos) irá em busca da causa da genitália ambígua e fornecerá informações e aconselhamento que podem ajudar a orientar as decisões sobre o sexo do bebê e qualquer tratamento necessário.

Sintomas

Seu médico provavelmente será a primeira pessoa a reconhecer a genitália ambígua logo após o nascimento do bebê.

Ocasionalmente, a genitália ambígua pode ser suspeitada antes do nascimento (no pré-natal).

As características podem variar em gravidade, dependendo de quando o desenvolvimento genital ocorreu e da causa do distúrbio.

Os bebês que são geneticamente femininos (com dois cromossomos X) podem ter:

  • Um clitóris aumentado, que pode se assemelhar a um pênis;
  • Lábios da vagina, fechados, ou lábios que incluem dobras e lembram um escroto (testículos);
  • Nódulos que parecem testículos no lábio fundido.

Os bebês que são geneticamente masculinos (com um cromossomo X e um Y) podem ter:

  • Uma condição na qual o tubo estreito que transporta urina e sêmen (uretra) não se estende totalmente até a ponta do pênis (hipospádia);
  • Um pênis anormalmente pequeno com a abertura uretral mais próxima do escroto;
  • A ausência de um ou ambos os testículos no que parece ser o escroto;
  • Testículos que não desceram e um escroto vazio que tem a aparência de um lábio com ou sem um micropênis.

Causas

A genitália ambígua ocorre principalmente quando anormalidades hormonais durante a gravidez, interrompem ou perturbam os órgãos sexuais em desenvolvimento do feto.

Como os órgãos sexuais se formam no útero?

O sexo genético de um bebê é estabelecido na concepção, com base nos cromossomos sexuais.

O óvulo da mãe contém um cromossomo X e o esperma do pai possui um cromossoma X ou Y.

Sabendo disto:

  • Um bebê que herda o cromossomo X do pai é uma fêmea genética (dois cromossomos X);
  • Um bebê que herda o cromossomo Y do pai é um macho genético (um cromossomo X e um Y).

Os órgãos sexuais masculinos e femininos desenvolvem-se a partir do mesmo tecido.

Se esse tecido tornaram-se órgãos masculinos ou femininos, vai depender dos cromossomos e da presença ou ausência de hormônios masculinos (testosterona).

  • Nos homens, uma região no cromossomo Y desencadeia o desenvolvimento de testículos, que produzem hormônios masculinos. Os genitais masculinos se desenvolvem em resposta aos hormônios do homem, dos testículos fetais.
  • Em um feto sem um cromossomo Y — sem os efeitos dos hormônios masculinos — os genitais se desenvolvem como femininos.

Ocasionalmente, uma anomalia cromossômica pode determinar o complexo genético sexual.

Como ocorre a genitália ambígua?

A interrupção dos passos que determinam o sexo pode resultar em um descompasso entre a aparência dos genitais externos e os órgãos sexuais internos ou o sexo genético (XX ou XY).

  • A falta ou deficiência de hormônios masculinos em um feto masculino genético pode causar genitália ambígua, enquanto a exposição a hormônios masculinos durante o desenvolvimento resulta em “genitália ambígua” em uma fêmea genética;
  • Mutações em determinados genes podem influenciar o desenvolvimento sexual fetal e causar genitália ambígua;
  • Anormalidades cromossômicas, como um cromossomo sexual ausente ou um extra, também podem causar genitália ambígua;
  • Em alguns casos, a causa da genitália ambígua pode não ser determinada.

Possíveis causas em mulheres de forma genética!

Causas de genitália ambígua em uma fêmea genética podem incluir:

  • Hiperplasia adrenal congênita. Certas formas dessa condição genética fazem com que as glândulas supra-renais produzam hormônios masculinos em excesso (andrógenos).
  • Exposição pré-natal aos hormônios masculinos. Certas drogas que contêm hormônios masculinos, ou que estimulam a produção de hormônios masculinos em uma mulher grávida podem fazer com que os genitais femininos se tornem mais masculinos.
  • Um bebê em desenvolvimento também pode estar exposto a excesso de hormônios masculinos, se a mãe tiver uma doença ou condição que cause desequilíbrio hormonal.
  • Tumores Raramente, um tumor na mãe pode produzir hormônios masculinos.

Possíveis causas em homens de forma genética!

Causas de genitália ambígua em um macho genético podem incluir:

  • Desenvolvimento de testículos prejudicados. Isto pode ser devido a anormalidades genéticas ou causas desconhecidas.
  • Síndrome de insensibilidade androgênica. Nessa condição, o desenvolvimento dos tecidos genitais não responde normalmente aos hormônios masculinos produzidos pelos testículos.
  • Anormalidades com testículos ou testosterona. Várias anormalidades podem interferir na atividade dos testículos. Isso pode incluir problemas estruturais com os testículos, problemas com a produção do hormônio masculino, testosterona ou problemas com receptores celulares que respondem à testosterona.
  • Deficiência de 5.ª-redutase. Esse defeito enzimático prejudica a produção normal de hormônios masculinos.

A genitália ambígua também pode ser uma característica de algumas síndromes raras e complexas que afetam muitos sistemas de órgãos.

Fatores de risco

anamolias geneticas da sexualidade

O histórico familiar pode desempenhar um papel no desenvolvimento de genitálias ambíguas, porque muitos distúrbios do desenvolvimento sexual resultam de anormalidades genéticas que podem ser herdadas.

Os possíveis fatores de risco para a genitália ambígua que estão relacionados ao histórico familiar são:

  • Mortes inexplicadas na primeira infância;
  • Infertilidade, ausência de menstruação ou excesso de pelos faciais nas mulheres;
  • Anormalidades genitais;
  • Desenvolvimento físico anormal durante a puberdade;
  • Hiperplasia adrenal congênita, um grupo de doenças genéticas hereditárias que afetam as glândulas supra-renais.

Se sua família tiver um histórico com esses fatores de risco, considere procurar orientação médica antes de tentar engravidar. Você também pode se beneficiar do aconselhamento genético.

Complicações

As complicações da genitália ambígua podem incluir:

  • Infertilidade. Se as pessoas com genitália ambígua podem ter filhos depende do diagnóstico específico, por exemplo, as fêmeas genéticas com hiperplasia adrenal congênita geralmente podem engravidar se assim o desejarem.
  • Maior risco de certos tipos de câncer. Alguns distúrbios do desenvolvimento sexual estão associados a um risco aumentado de certos tipos de câncer.

Conclusão

Agora você já sabe o que é o distúrbio de sexualidade conhecido como genitália ambígua.

Falamos dos sintomas, causas, possíveis problemas, como tudo acontece e ainda te dêmos dicas úteis sobre.

Ficamos felizes que você tenha chegado até o final do conteúdo e queremos te agradecer por isso.

Se você gostou e acha que este artigo te ajudou de alguma forma, compartilhe nas redes sociais, comente aqui em baixo se tiver ficado dúvidas ou para deixar alguma sugestão.

Estamos aqui sempre procurando melhorar e sua opinião é simplesmente imprescindível neste processo.

Dependemos de você para crescer e mostrar o nosso trabalho, que fazemos com muita honra e carinho, para outras pessoas.

Te agradecemos por isto!

Me chamo Diego Brasileiro e você acabou de ler mais um conteúdo do Fatos Masculinos.

Referência: https://www.mayoclinic.org/

Diego Brasileiro

Comentários

Rodolfo Medeiros

Sobre o autor:

Olá, meu nome é Rodolfo Medeiros e sou um grande estudioso da mente masculina. Através de anos de dedicação, obtive muito aprendizado sobre etiqueta masculina, melhoria da líbido, aumento peniano, aumento da virilidade, conquista e saúde física e mental do homem, além de vários outros assuntos pertinentes, ao longo deste blog vou te passar com detalhes. Seja muito bem-vindo aos Fatos Masculinos.

Saiba mais

Sobre o Escritor:

Diego Brasileiro